NOTA SOBRE O ALERTA DO MINISTÉRIO DA SAÚDE A RESPEITO DO AUMENTO DO NÚMERO DE CASOS DE COVID-19

A Secretaria de Vigilância em Saúde do Ministério da Saúde divulgou, no último
dia 12 de novembro, a Nota Técnica nº 16/2022-CGGRIPE/DEIDT/SVS/MS, cujo assunto
trata de “Alerta acerca do aumento do número de casos de covid-19 e circulação
de novas linhagens da Variante de Preocupação (VOC) Ômicron, com ênfase nas
sublinhagens BQ.1*, BA.5.3.1.”, o que representa, em relação à semana anterior (de
06 a 11 de novembro), um aumento de 120% na média móvel de casos, bem como de
28% na média de óbitos.


A Faculdade Santa Terezinha – CEST, ciente da responsabilidade e do
compromisso que tem em contribuir para mitigar o cenário epidemiológico por meio da
adoção de protocolos e medidas não farmacológicas recomendados pelas autoridades
sanitárias, torna público que, a partir de 16 de novembro e enquanto permanecer essa
situação epidemiológica que não permita posição em contrário, adotará as seguintes
medidas:


a) Tornar obrigatório o uso da máscara de proteção facial pelos(as) alunos(as),
docentes e colaboradores(as), em todos os espaços acadêmicos e
administrativos da instituição, sejam abertos ou fechados;
b) Tornar obrigatório o uso da máscara de proteção facial por todos(as)
os(as) participantes de eventos que envolvam aglomerações,
recomendando evitar a realização desse tipo de evento;
c) Reforçar a necessidade da higienização frequente das mãos com álcool 70%
ou água e sabão, por parte de toda a comunidade acadêmica;
d) Recomendar o não compartilhamento de alimentos, objetos e utensílios
pessoais;
e) Recomendar o absoluto resguardo da etiqueta respiratória (tosse e
espirro);
f) Recomendar a abstenção (o máximo possível) de contato físico como
abraços, beijos e apertos de mãos;
g) Ratificar o isolamento em casos suspeitos e confirmados para covid-19
(NT n. 16/2022) por 7 (sete) dias;
h) Recomendar a completude do esquema vacinal, com especial atenção às
doses de reforço, conforme orientações do MS (NT n. 16/2022).


O CEST agradece a compreensão e solicita a colaboração de toda a
comunidade acadêmica para que, por meio do esforço conjunto, possamos garantir a
proteção da segurança e do bem-estar de todos(as), zelando pela saúde coletiva como
uma prioridade institucional.


A DIRETORIA

Deixe um comentário

O seu endereço de e-mail não será publicado.