CEST promove ações de sensibilização sobre o Setembro Amarelo

Setembro é considerado o Mês de Prevenção ao Suicídio, e o tema da campanha Setembro Amarelo deste ano é “Agir salva vidas”. A campanha serve para lembrar que devemos sempre ouvir, acolher e buscar ajuda para aqueles que passam por momentos difíceis.

Durante o mês, diversas ações foram promovidas pela Faculdade Santa Terezinha – CEST a fim de sensibilizar alunos, professores e toda a comunidade acadêmica acerca da importância e necessidade de se falar sobre ansiedade, depressão, entre outros assuntos relacionados à saúde mental.

Dentre as ações foi promovida uma roda de conversa sobre saúde mental e vida cotidiana, voltada aos colaboradores da instituição, que contou com a mediação do Prof. Ednan Baldez e da Profa. Maria Goreti Rodrigues.

Além disso, também participaram das ações os alunos do 3º período dos cursos de Enfermagem e de Fisioterapia que prepararam e expuseram murais pela Faculdade, com o objetivo de divulgar mensagens sobre os cuidados com a saúde mental.

Como nos fala a Professora Goreti Freitas “As atividades voltadas ao Setembro Amarelo são realizadas no CEST todos os anos, com o envolvimento do Núcleo de Orientação Psicopedagógica – NOP, com alunos, professores, coordenações, Assessoria Pedagógica e Diretoria Acadêmica, por se entender que a saúde mental de todos é um dos aspectos mais importantes no espaço acadêmico. Esse compromisso educacional e de saúde, se faz mais relevante ainda quando se enfrenta uma pandemia há 04 semestres letivos, elevando as queixas relacionadas principalmente a estresse, ansiedade e depressão”. 

“A relevância da campanha é dialogar com todos os envolvidos, no sentido de cuidar da saúde mental trazendo temáticas relacionadas para conscientizar, encontrar caminhos para o reajustamento psicoemocional, elaborar os lutos e superar os medos, criando novas possibilidades no novo tempo de experiências, que a pandemia trouxe à toda a humanidade prevenindo, dessa forma, transtornos psicológicos e o suicídio” completa a Professora.

Lembramos que os Centros de Atenção Psicossocial (CAPS) oferecem atendimento psicossocial gratuito e humanizado. Para obter ajuda em caso de emergências, ligue gratuitamente no 188.

Confira a galeria:

Deixe um comentário

O seu endereço de e-mail não será publicado.